Bromidrose: O que é? Quais são seus sintomas e causas? Dicas para evitar o odor!

0
162

O suor do corpo humano é descrito como um líquido naturalmente produzido pelas glândulas sudoríparas, que estão localizadas na pele e ainda são divididas em dois tipos distintos: as écrinas e apócrinas.

As glândulas écrinas estão presentes em toda a superfície da pele e têm no seu suor 99% de água e 1% de sais minerais. Já as glândulas apócrinas só estão distribuídas em algumas partes do copo e o seu suor é mais oleoso, que não evapora e que pode ter odores.

É aqui que entra a Bromidrose.

Bromidrose

O que é Bromidrose

Bromidrose é o nome dado a uma condição de saúde que se caracteriza pela presença de sudorese corporal acompanhada de odor fétido.

Sintomas

O mau cheiro que o suor provoca é o sintoma característica dessa condição. Geralmente, os locais mais afetados pela bromidrose são as axilas e os pés (o famoso chulé).

Nos pés, caso a sudorese for abundante, o odor desagradável vem acompanhado de sinais de maceração, além de descamação da pele desta região.

Causas

O suor da bromidrose é composto por água e alguns sais minerais, mas também por restos celulares e do metabolismo – tais elementos são os responsáveis pela produção desses odores desagradáveis quando são expostos à ação de fungos e bactérias, especialmente em ambientes em que há predominância de calor, umidade e falta de luz.

Nesse caso, as bactérias e fungos irão decompor o suor e os restos celulares, resultando no odor fétido.

Entretanto, não somente essa ação microbiana pode ser a causadora da bromidrose. A alteração no odor da transmissão pode ser ocasionada por:

  • Alcoolismo,
  • Alguns alimentos, como pimenta, alho e cebola,
  • Alguns medicamentos, como os antibióticos e hormônios,
  • Diabetes,
  • Obesidade.

Uma pessoa com bromidrose pode ter grandes prejuízos na autoestima.

Diagnóstico

O diagnóstico de bromidrose deve ser feito por um médico dermatologista. Com base nas queixas do paciente, o profissional faz um estudo clínico para determinar a existência dessa condição.

Tratamentos

O tratamento deve ser orientado a partir do fator que provoca a bromidrose. Normalmente, esse tratamento visa interferir nas bactérias que vivem na pele das regiões mais quentes do corpo e que mais sofrem com a bromidrose.

A higiene pessoal e cuidadosa da pele é fundamental para tratar a bromidrose, principalmente das regiões em que ela ocorre. Um recurso útil no tratamento é fazer uso de produtos de higiene que controlem a produção excessiva de suor.

Uma pessoa pode sofrer com bromidrose mais de uma vez na vida, ou seja, pode ocorrer recidivas. O acompanhamento médico tem soluções viáveis para esse problema.

Medicamentos

De medicamentos para tratar a bromidrose, destacam-se aqueles que possuem ação bactericida, fungicida e antimicótica. Antibióticos tópicos também podem ser prescritos para que o tipo e quantidade de bactérias sejam modificados e que, consequentemente, irá mudar o suor.

A cirurgia é raramente utilizada, afinal não cura o problema, mas sim controla a transpiração em excesso nas áreas de risco.

Tratamentos naturais

Algumas formas naturais de combater o mau cheiro causado pela bromidrose são:

  • Esfregar vinagre na roupa (na zona das axilas) antes de colocá-la para lavar,
  • Manter as áreas depiladas (axilas, por exemplo),
  • Pasta de bicarbonato de sódico e suco de limão,
  • Tomar chá de sálvia,
  • Usar roupas de algodão.

Conversar com o médico é essencial antes de optar por um remédio caseiro para bromidrose.

Alimentação

Certos alimentos, quando consumidos em excesso, podem favorecer o mau cheiro proveniente do suor. Isso acontece porque esses alimentos são ricos em substâncias que acabam sendo eliminadas juntamente com o suor, isto é, elas são eliminadas por meio da pele.

Os alimentos que pioram a bromidrose são:

  • Alho,
  • Brócolis,
  • Carne em quantidade excessiva,
  • Cebola,
  • Couve-flor,
  • Curry,
  • Leite e queijos em quantidade excessiva
  • Repolho.

Para melhorar o cheiro, é interessante apostar em frutas e vegetais, além de ingerir bastante água.

Bromidrose infantil

O problema da bromidrose geralmente começa a partir da puberdade, mas existem crianças que já sofrem com esta condição. O pediatra deve ser consultado, mas é necessário ficar atento em relação à quantidade de alimentos fortes que a criança consome.

Crianças diabéticas também podem apresentar esse problema.

Além disso, a puberdade precoce é uma causa da bromidrose infantil, bem como a hiperatividade das glândulas sudoríparas.

Dicas para evitar o odor

A primeira dica para evitar o odor e a bromidrose é manter a higiene pessoal em dia. Para isso, sugere-se que:

  • O corpo seja secado adequadamente depois do banho, principalmente a pele das axilas e entre os dedos dos pés,
  • Se troque de roupas todos os dias,
  • Se evite roupas de tecidos sintéticos, dando preferência ao algodão,
  • Se deixe os sapatos em locais ventilados quando não estão em uso,
  • Se faça uso de calçados abertos e fabricados com matérias-primas naturais.

Outras dicas incluem a preferência por sabonetes antissépticos e desodorantes antiperspirantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here