Acne: Tratamentos? O que causa? Sintomas? Como tirar cicatriz?

0
42

A acne não é uma condição que afeta apenas adolescentes ou mulheres, com relação ao hormônios. Ela afeta muitas pessoas, de todas as idades e podem ter as mais diversas causas.

A seguir, saiba mais sobre o assunto e confira quais são os tratamentos mais eficazes do momento!

Acne

Principais sintomas da acne

A acne ocorre quando a pele tem seus poros e folículos obstruídos, e essas regiões abrem porta para bactérias, acúmulo de sebo ou células mortas; a partir disso surgem inflamações na pele. Saiba mais sobre os principais sintomas da condição abaixo:

  • Surgem com maior frequência no rosto, pescoço, peito, costas e ombros;
  • Pode gerar cravos, que são lesões abertas ou fechadas, visível ou não na pele;
  • Pode gerar espinhas brancas ou amareladas;
  • Pode gerar pápulas, que são inchaços na pele, mais chamados de espinha interna pelas pessoas;
  • Pode gerar pústulas, que são as espinhas com pus;
  • Pode gerar nódulos, causados pelo crescimento incomum de tecidos na pele;
  • Ou ainda formar cistos, também causado pelo excesso de tecido na pele e que pode ter dentro ar, líquido, pus, sangue ou outro fluido;
  • Existem também os sintomas emocionais, já que conviver com acne pode afetar a autoestima da pessoa e causando até mesmo a depressão nos piores casos; tal condição exige tratamento além da pele.

Quais são os tipos de acne?

1. Acne do recém-nascido

Uma minoria de bebês pode desenvolver esse tipo de acne quando nascem. Ocorre por causa da transferência de hormônios da sua mãe para ele através da placenta, logo antes do nascimento.

O estresse do parto também pode causar uma liberação anormal de hormônios no organismo do próprio bebê e causar essa condição. Costumam desaparecer naturalmente.

2. Acne infantil

É quando ocorre cravos e espinhas em crianças de 3 a 16 meses de idade. Também costumam sumir naturalmente, e normalmente são causadas por picos hormonais por causa da fase de crescimento.

3. Acne vulgar

É a mais conhecida das acnes que afeta jovens e adultos, de todos os sexos e idades, e os faz ir ao dermatologista em busca de melhora estética. Na maioria das vezes é causa hormonal ou apenas falta de cuidados e higiene com a pele.

4. Acne cística

Também chamada de acne conglobata, esta é a mais rara das acnes. Mais comum em homens do que em mulheres, ela causa espinhas grandes na região do rosto, peito, costas, braços e coxas.

Costuma ser difícil de tratar, retornando com frequência, e pode até mesmo deixar cicatrizes na pele.

5. Acne fulminante

É a forma mais grave do tipo citado acima que acontece mais com meninos adolescentes. Ocorre com um grande número de espinhas com rápido desenvolvimento.

Em muitos casos, traz outros sintomas como dores na região, dores musculares, febre e fortes problemas emocionais. O tratamento também é difícil e pode deixar cicatrizes.

Quais são os graus da acne?

A acne também é classificada em 5 diferentes graus, o que influencia em como será tratada. Confira quais são eles abaixo:

  • Grau 1: Apenas cravos abertos ou fechados;
  • Grau 2: Cravos abertos ou fechados, pápulas vermelhas e inflamadas, com ou sem pus;
  • Grau 3: Nódulos e cistos, grandes e duros, além de cravos, pápulas e pústulas;
  • Grau 4: Nódulos e cistos que formam abscessos e fístulas; fácil de formar cicatrizes;
  • Grau 5: Mais grave o que grau 4 e pode evoluir para úlceras e problemas sistêmicos.

O que causa a acne?

A acne tem diversas causas. A mais comum é a acne da adolescência, causada pelo aumento de produção hormonal característico da fase, principalmente com relação à testosterona.

Quanto mais hormônios, mais as glândulas sebáceas produzem óleo na pele e isso gera as inflamações. Esse aumento de sebo também pode acontecer na fase infantil ou adulta de uma pessoa.

Em mulheres, espinhas também podem representar distúrbios hormonais, seja com relação à fase menstrual ou até síndrome do ovário policístico. A acne também pode ter origem cosmética, ou seja, ser fruto de resíduos de maquiagem ou produtos de beleza que se acumularam nos poros.

Cabelo oleosos também podem ser a causa de uma acne no rosto, principalmente na testa, em que o couro cabeludo transmite a oleosidade. Além disso, o uso de esteroides anabolizantes, anticoncepcionais e outros medicamentos pode alterar os hormônios e trazer a acne como consequência.

Principais tratamentos para acne

A escolha dos melhores tratamentos para a acne depende do tipo e grau em que ela se encontra na pele da pessoa.

Os objetivos dos tratamentos costumam ser reduzir produção de óleo, renovação celular, curar a infecção bacteriana local, prevenir surgimento de cicatrizes, dentre outros.

Tais podem ser por meio tópico, oral ou ambos. São alguns tratamentos, dos mais simples aos mais complexos:

  • Sabonetes e esfoliantes para reduzir oleosidade da pele;
  • Cremes com ácidos e demais componentes como ácido salicílico, peróxido de benzoíla, ácido glicólico, dentre outros;
  • Tratamentos como limpeza de pele, peelings e outras formas de abrasão na pele que visam a limpeza dos cravos e desinflamação das espinhas;
  • Medicamentos orais como anti-inflamatórios e antibióticos, principalmente quando tende a formar cicatrizes;
  • Associação de cremes como retinóides e antibióticos (oral ou cremes também);
  • Para mulheres, uso de anticoncepcional para regular níveis hormonais;
  • Outro medicamento muito usado é o Roacutan, composto de isotretinoína; possui muitos efeitos colaterais, mas costuma melhorar a maioria dos casos; o consumo deve ser vigiado por um dermatologista obrigatoriamente;
  • Em casos graves, em que a pele não respondeu aos tratamentos anteriores, e que o paciente esteja tendo dores e febre, pode ocorrer cirurgia para remoção e esvaziamento das secreções das espinhas.

Qual o melhor antibiótico?

O antibiótico é indicado quando a acne se encontra em fase inflamatória por conta da infecção de bactérias. Os mais usados de forma tópica são o peróxido de benzoíla, clindamicina, eritromicina e o ácido azeláico.

Também existem as opções orais, que são indicadas para acne moderada a grave; são mais eficazes, no entanto trazem efeitos colaterais; os mais usados são tetraciclinas (tetraciclina, minociclina e doxiciclina) ou os macrolídeos (azitromicina e eritromicina).

Qual o melhor anticoncepcional?

Não são todos os anticoncepcionais que são indicados para acne. Inclusive, alguns deles podem agravar a situação e até serem a origem do problema na pele da mulher.

Os mais indicados são aqueles com um estrogênio (etinilestradiol) e uma progesterona (acetato de ciproterona ou drospirenona). Exemplos: Diane, Selene, Yaz, Yasmin e Elani.

Como remover cicatriz de acne?

Os tratamentos para as cicatrizes deixadas pela acne vão depender do grau da cicatriz. As mais superficiais podem ser tratadas com uso diário de cremes e remédios, que suavizam rapidamente o problema.

Para as mais profundas, os médicos e esteticistas recomendam tratamentos como peelings de ácidos, microagulhamento (dermaroller), dermoabrasão, laser, preenchimento com ácido hialurônico, injeção de plasma dentre outras.

Estes podem renovar as células da pele, incentivando o preenchimento natural da área. Consulte seu dermatologista para saber o que ele sugere ao avaliar as suas cicatrizes e profundidade delas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here